Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

DISTÚRBIOS GASTROINTESTINAIS INFLUENCIADOS PELA INSÔNIA EM PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS

Introdução

A qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV/Aids (PVHA) progrediu surpreendentemente após a doença ser caracterizada como crônica. Entretanto, a prevalência de insônia, um relevante problema de saúde pública, é elevada nessa população. O uso de terapias medicamentosas associado aos efeitos da própria infecção impacta negativamente no processo de alimentação e nutrição, o que poderia levar ao aumento de queixas de insônia. Objetivo: Avaliar a proporção de pessoas com insônia em PVHA segundo a presença de distúrbios gastrointestinais.

Objetivo

Avaliar a proporção de pessoas com insônia em PVHA segundo a presença de distúrbios gastrointestinais.

Métodos

Estudo transversal com 307 PVHA atendidas em serviço especializado em Aids do município de Santos/SP. O relato de ocorrência de distúrbios gastrointestinais (indigestão e falta de apetite) foi obtido por meio de duas perguntas extraídas do questionário de Distúrbios Psíquicos Menores e uma pergunta sobre sensações desagradáveis no estômago do questionário de Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT). A presença de insônia foi obtida a partir do questionário de sono de Karolinska. Foi realizada análise descritiva dos dados e o teste de hipóteses qui-quadrado de Pearson ou Exato de Fisher.

Resultados

A maioria dos participantes era do sexo feminino (52,4%), solteiros (as) (49,5%), tinham ensino médio completo (33,9%) e idade média de 47,6 anos (DP 12,1 anos). Verificou-se uma maior proporção de PVHA com sintomas de insônia com falta de apetite e sensações desagradáveis no estômago (35,2% e 35,8%), e uma tendência de indigestão (25,5%), em relação aos que não apresentaram esses distúrbios gastrointestinais (12,7%, 20,6% e 14,3%, respectivamente).

Conclusões

A prevalência de insônia foi maior entre os que apresentaram distúrbios gastrointestinais, sendo este um relevante achado para criação de estratégias que possam prevenir os fatores causadores de distúrbios gastrointestinais e consequentemente da insônia.

Palavras-chave

Insônia, Distúrbios gastrointestinais, HIV, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida.

Área

Área Básica

Instituições

Faculdade de Saúde Pública, USP - Sao Paulo - Brasil, Unifesp - Sao Paulo - Brasil, Unisantos - Sao Paulo - Brasil

Autores

Patrick Herman Paterlini, Thais Carvalho da Fonseca, Pollyana Pellegrino, Adriana Sousa Duarte, Luciana Fidalgo Ramos Nogueira, Marcelo Marcos Piva Demarzo, Claudia Roberta Castro Moreno, Elaine Cristina Marqueze