Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

A INFLUÊNCIA DO JETLAG SOCIAL NO ÍNDICE DE MASSA CORPORAL

Introdução

A obesidade e suas comorbidades estão em alarmante crescimento, tornando-se problema de saúde pública. Embora já seja bem estabelecido que o desbalanço entre a ingesta calórica e atividade física é o principal responsável pelo ganho de peso e o problema recorrente da obesidade, é de grande relevância o estudo de fatores ambientais e comportamentais que podem contribuir para o problema.
O presente estudo identifica-se com essa área de estudo e prevenção em saúde, uma vez que pode levar à identificação precoce de possíveis fatores de risco para ganho de peso, obesidade e outras comorbidades.

Objetivo

avaliar a relação entre o jetlag social e o índice de massa corporal

Métodos

Os dados analisados nessa pesquisa compreendem: a personalidade, avaliada pelo Big Five Inventory (BFI), o cronotipo - relação entre o ciclo sono-vigília e o ciclo claro-escuro - a ser avaliado pelos questionários Morningness-Eveningness Questionnaire (MEQ) e o Munich Chronotype Questionnaire (MCTQ). A qualidade de vida, medida pelo questionário 36-Item Short Form Health Survey. A qualidade de sono no último mês, avaliada pelo Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI). E o Índice de Massa Corporal (IMC) calculado pela divisão do peso em quilogramas pelo quadrado da altura em metros (kg/m2).
Cada participante recebeu duas cópias impressas do TCLE e um dispositivo eletrônico (tablet), contendo os questionários acima descritos. Na saída da sala de aula, os alunos foram pesados na balança digital e medidos com estadiômetro portátil.

Resultados

Jetlag social, cronotipo pelo MEQ e cronotipo pelo MCTQ não se correlacionaram com o IMC.
Qualidade do sono (Pittsburgh) e qualidade de vida total, não se correlacionaram com o IMC.
Dentre os fatore de qualidade de vida, o fator “estado geral de saúde”, foi o único a se correlacionar negativamente com o IMC (R= -0,07).
O único fator de personalidade correlacionado ao IMC foi a escrupulosidade (R = -0,08).

Conclusões

Pessoas com alto nível de escrupulosidade tendem a ter menor IMC, talvez devido à sua maior capacidade de se manter em uma dieta saudável.
Apesar de na literatura existirem dados positivos da relação entre jetlag social e IMC, nessa amostra esses resultados não puderam ser confirmados. Uma possível explicação seria a de que como esses indivíduos estão expostos a tais condições de horários há apenas um mês, não houve tempo suficiente para que o jetlag social exercesse efeitos sobre o peso.

Palavras-chave

jetlag social; IMC; personalidade; qualidade de sono

Área

Área Clínica

Autores

Amanda Simone Camargo de Morais Rocco, Cesar Minoru Toita Koga , Ivan Figueiredo Fernandes, Julia Santana Oliveira, Mariana Fanini Leite, João Guilherme Fiorani Borgio , Fernando Mazilli Louzada