Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Tratamento Fonoaudiológico da AOS com roncopatia em paciente submetido a cirurgia ortognática - Apresentação de caso clínico

Introdução

O tratamento da AOS é multidisciplinar. A Fonoaudiologia nos casos indicados obtém aumento do tônus da musculatura dilatadora da faringe promovendo diminuição ou eliminação dos roncos e da AOS, melhorando significativamente os sintomas.

Objetivo

O objetivo desse estudo é demonstrar a efetividade da terapia fonoaudiológica no tratamento da AOS em uma abordagem multidisciplinar.

Métodos

Apresentamos um caso clínico, paciente adulto, sexo masculino, 56 anos e 10 meses, 1,67m, 75Kg, IMC de 26,89, CC de 40cm, CA de 91cm, com AOS moderada (IAH=18/h), roncopatia e RGE. Sonolência diurna excessiva, fadiga, déficits cognitivos importantes e irritabilidade. História pregressa de asma e DTM.
Paciente Classe I de ANGLE, mesofacial. No exame fonoaudiológico observou-se flacidez da musculatura dilatadora da faringe. Palato mole rebaixado e longo, úvula alongada. Mallampati grau II. Língua com sulco longitudinal profundo, assimétrica e com altura do dorso aumentada. Encurtamento da musculatura massetérica. Manobra de Müller positiva na rinofaringe e RGE. As medidas de SNA, SNB, ANB e PAS levaram a conduta de osteotomia bimaxilar sendo obtido 10mm de avanço. PAS de 3mm passou para 14 mm.
No período de 4 meses foram realizadas 10 sessões de terapia fonoaudiológica nas etapas pré e pós cirúrgicas, com 50 minutos de duração. Os exercícios, realizados 3 vezes ao dia, envolveram propriocepção; adequação da postura de língua; sensibilidade tátil e térmica; contrações isotônica, isométrica e isocinética orofacial e velofaríngea e reorganização funcional.

Resultados

Obtivemos normotonia da musculatura dilatadora da faringe com eliminação dos roncos e equilíbrio postural-muscular e funcional da face, normalização do IAH, Mallampati grau I, manobras de Muller negativas e desaparecimento da sonolência diurna e dos déficits cognitivos. CC de 39 cm, CA de 89 cm, IMC de 25,82.
Na PSG o IAH de 18/h foi para 1,09/h, o Índice de Despertar de 37,4/h passou para 8,9/h. PLMS de 23/h passou para 24,48/h.
“Renasci. Retenho o que leio, me sinto renovado.”, “Sem apnéia e ronco, com disposição contagiante em todas atividades”, segundo relatos dele e da esposa no final do tratamento.

Conclusões

A terapia fonoaudiológica, concomitante ao tratamento interdisciplinar ortopédico-ortodôntico, ORL e buco-maxilo-facial foi efetiva na eliminação da AOS e do ronco proporcionando uma vida com qualidade dentro do conceito amplo de Saúde.

Palavras-chave

Terapia Miofuncional; Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva; Ronco; Via Aérea Superior; Osteotomia

Área

Relato de Caso

Autores

MILENE MARIA BERTOLINI