Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Tratamento Fonoaudiológico da AOS com roncopatia em paciente Classe III de ANGLE - Apresentação de caso clínico

Introdução

A AOS é uma doença crônica. O diagnóstico e o tratamento envolvem tarefa multidisciplinar e a Fonoaudiologia é uma conduta de tratamento nos casos indicados.

Objetivo

O objetivo desse estudo é demostrar a efetividade da terapia fonoaudiológica no tratamento da AOS na Casse III de ANGLE.

Métodos

Apresentamos um caso clínico, paciente adulto, sexo masculino, 47 anos, 1,77m, 108Kg, IMC de 34.5, CC de 48cm, CA de 112cm, hipertenso, com AOS acentuada (IAH=32,54/h), roncopatia leve e insônia. Sonolência diurna excessiva, sensação de boca seca a noite, déficits cognitivos importantes e alterações de personalidade. Em tratamento psiquiátrico.
Prognata com mordida aberta anterior, braquifacial, em fase final de ortopedia funcional dos maxilares e início de ortodontia. Diagnóstico fonoaudiológico de distúrbio miofuncional orofacial com flacidez da musculatura dilatadora da faringe. Palato mole rebaixado e longo, úvula alongada, Mallampati grau IV, língua com altura do dorso muito aumentada e com sulco longitudinal profundo. Manobras de Müller positivas na oro e na rinofaringe e RGE.
No período de 7 meses foram realizadas 20 sessões de terapia fonoaudiológica de 50 minutos de duração e os exercícios realizados 3 vezes ao dia. Os exercícios envolveram propriocepção de posturas, contrações isotônica e isométrica além da abordagem funcional.
Paciente foi orientado a atividade aeróbica comprometida por problema ortopédico. Perdeu 3kg no período.

Resultados

Obtivemos o equilíbrio postural-muscular e funcional da face e melhora significativa da tonicidade da musculatura dilatadora da faringe com diminuição dos roncos em frequência e em intensidade, normalização do IAH, Mallampati grau I, CC de 45cm, CA de 103cm, desaparecimento da sonolência diurna e dos déficits cognitivos.
Nas análises cefalométricas de AOS apresentou mudanças significativas nas seguintes medidas: Mp-H de 32mm para 28mm; PAS de 12mm para 16mm e PNS-P de 44mm para 42mm.
Na PSG o IAH de 32,54/h foi para 4,54/h, o Índice de Despertar de 33,65/h passou para 15/h (despertares breves) e o tempo em REM de reduzido foi, também, normalizado.
“Ronca às vezes e baixo. Motivado, alegre, disposto”, segundo relato da esposa no final do tratamento.

Conclusões

A terapia fonoaudiológica foi efetiva na eliminação da AOS e na diminuição dos roncos melhorando significativamente os sintomas e proporcionando melhor qualidade de vida.

Palavras-chave

Terapia Miofuncional; Apnéia do Sono Tipo Obstrutiva; Ronco; Deglutição; Respiração; Classe III

Área

Relato de Caso

Autores

MILENE MARIA BERTOLINI