Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Técnica de Controle Lingual de Jorge Caram ilustrada através de Imagens

Introdução

A SAOS caracteriza-se por episódios recorrentes de obstrução parcial ou total da VAS( Via Aérea Superior) apresentando prevalência de 10% no sexo feminino e 17% no masculino. É reconhecida como fator de risco para HAS, AVC e doença cardíaca coronariana.O fator etiológico mais encontrado ocasionando a obstrução da VAS é o desabamento da língua na região orofaringeana, principalmente ao dormir na posição supina. Pacientes com SAOS apresentam uma diminuição da faringe no sentido látero-lateral. O AIO de control lingual é indicado para pacientes que apresentam IAH grave (acima de 30 ev/h). Os trabalhos de revisões sistemáticas não sustentam sucesso, em longo prazo, com o avanço mandibular em casos graves.

Objetivo

O presente trabalho visa mostrar a eficácia do AIO de controle lingual através imagens que evidenciam o ganho das dimensões orofaríngeas em virtude do uso do AIO de controle lingual conjugado em pacientes com SAOS grave. O objetivo é aumentar a permeabilidade da orofaringe otimizando os resultados do IAH.

Métodos

As placas superiores e inferiores são confeccionadas em acrílico termoplastificado. Nos segmentos laterais de ambas as placas são inseridos tubos telescópicos para receber os arcos dorsais que são confeccionados com aço inox de 1,2mm. Não há inserção fixa entre o fio e o corpo do aparelho, permitindo liberdade de movimento e avanço mandibular gradual que não ultrapassa 80% da protrusão máxima do paciente. A mola lingual é composta de fio calibre 1,2mm dobrado em forma de “S” duplo que avança na direção da orofaringe, tocando a língua em sua base e deverão ser calibrados semanalmente. Os helicoides vestibulares duplos acrescidos da mola de controle lingual direto , permitem movimentos de lateralidade mandibular que impedem o deslizamento da língua em direção à orofaringe reposicionando -a anteriormente durante o sono.

Resultados

Utilizando-se a Tomografia Computadorizada (TC) vê-se que o espaço retropalatal e o diâmetro lateral faríngeo também apresentou significante correlação com o índice de distúrbios respiratórios. O AIO de Controle Lingual Conjugado é baseado no controle do posicionamento lingual que age simultaneamente ao avanço mandibular

Conclusões

Os pacientes desassistidos pela inadaptação ao CPAP podem submeter-se a essa nova alternativa de controle de SAOS

Palavras-chave

aparelho; controle; lingual; conjugado; imagem

Área

Área Básica

Autores

MARILENE OLIVEIRA TRINDADE, JORGE MACHADO CARAM, ANTONIO ROCHA, JOELMA MARIA PEREIRA RIBEIRO